Como Economizar Dinheiro Para Investir na Bolsa de Valores?

A educação financeira no Brasil ainda é muito deficiente, praticamente inexistente. Isso faz com que sejamos uma população que gasta descontroladamente, muitas vezes gastando tudo o que recebemos e ainda mais um pouco, o que nos mergulha num poço de caos e dívidas. Por isso, muitos não sabem que antes de investir dinheiro na Bolsa de Valores, é preciso economizar e arrumar as finanças pessoais.

A maioria das pessoas tem uma vida financeira absolutamente desorganizada, e muito disso se deve à ausência de educação sobre como lidar com o dinheiro..

Se você já não aguenta mais chegar ao final do mês com sua conta no vermelho, cansou de recorrer ao cheque especial ou ao cartão de crédito para saldar suas dívidas e, principalmente, se você acha que organizar as suas finanças é uma atividade tão complicada quanto investir na Bolsa de Valores, este artigo é perfeito para você!

 GRATUITO - Conheça as Corretoras de Valores ideais para Você Investir em Ações e Tesouro Direto

Você receberá um e-mail com os dados de acesso. 

Mas como economizar dinheiro para investir na Bolsa de Valores?

Talvez você sinta um arrepio quando falamos em Bolsa de Valores, mas a impressão de que esse é um assunto absolutamente chato e de difícil (se não impossível!) compreensão não é um sentimento exclusivo seu.

Você já deve ter ouvido a respeito dos possíveis altíssimos lucros  com investimentos em ações e que eles eram apenas para economistas e especialistas no ramo. Estou aqui para dizer que não, não é exclusividade de economistas, bancos, especialistas, seja lá o que for!

É mais do que possível que você mesmo faça investimentos e comece a lucrar com a Bolsa de Valores. Para isso, você precisa inicialmente aprender a economizar. Então, separei algumas dicas para você aprender como economizar dinheiro para investir na Bolsa.

Você aprenderá a organizar sua renda através do direcionamento e planejamento dos seus gastos. E só depois disso começará a investir na Bolsa de Valores para assim conseguir uma renda extra, fazendo o seu dinheiro trabalhar para você.

É possível que você mesmo faça investimentos e comece a lucrar com a Bolsa. Para isso, você precisa ter uma palavra como princípio: Economizar.

Para fazer um investimento, é necessário economizar e criar um montante de dinheiro que será destinado às suas ações. Mas para muita gente economizar é tão complicado quanto entender o caderno de economia de um jornal.

Tenha sempre em mente que nunca é cedo ou tarde demais para começar a se organizar para economizar. A hora é sempre agora.

Então, nesse artigo vou lhe ajudar a entender como economizar dinheiro para investir na Bolsa e conseguir mudar a sua realidade financeira (para melhor!).

 

Como economizar dinheiro para Investir na Bolsa: técnicas para começar sua educação financeira

 

Moedas

A verdade é que no Brasil a educação financeira não é um hábito, apenas recentemente as escolas começaram a incluir esse tema em suas grades.

Para mudar esse cenário e descobrir como economizar dinheiro para investir na Bolsa, vou lhe dar as seguintes dicas:

  • Descubra quanto você deve e gasta todos os meses:

O primeiro passo para economizar dinheiro é descobrir exatamente o quanto você está afogado em suas dívidas. Para organizar as suas finanças você terá que encarar essa dura realidade de frente e colocar na ponta do lápis qual é o tamanho real de sua dívida.

Como diria o consultor administrativo, Peter Drucker: “Aquilo que não se pode medir, não se pode gerenciar”. Então, como você poderá ajustar as suas finanças sem ao menos ter noção do quanto você ganha ou gasta?!

Por isso, durante um mês, você irá anotar TODOS OS SEUS GASTOS rigorosamente. Vai anotar desde uma balinha que comprou na esquina até o pagamento da sua fatura de cartão de crédito. Para isso utilize um caderno, uma planilha eletrônica ou até mesmo aplicativos, não dá para confiar apenas na memória.

Após definidos os gastos, compare-os com suas receitas e veja o quanto do seu dinheiro está sendo desperdiçado.

Você pode sentir dificuldades nisso. Encarar esse problema gera ansiedade e até algum desespero. Mas, é impossível se organizar e se educar financeiramente sem saber qual é a sua real situação. Então enfrente esse vilão de peito aberto, e chegue ao resultado necessário.

  • Descubra o motivo de suas dívidas:

Se você parar para analisar o seu saldo devedor, vai descobrir que 60% dele poderia ser evitado. Ou foram juros de cartão de crédito e cheque especial, ou foram pequenos gastos desnecessários do dia a dia, como sair para jantar quando você tinha comida pronta em casa.

Analisando friamente, entenda o que você poderia ter economizado e coloque tudo no papel. Seu objetivo será ter esse valor disponível no próximo mês.

  • Organizando os gastos:

Agora que você já identificou o tamanho e a origem da sua dívida, é hora de organizar de fato a sua finança para chegar à resposta de como economizar dinheiro para investir na Bolsa.

A partir das análises anteriores, você deverá se planejar para que seus gastos mensais não superem 70% da sua renda. Ou seja, tudo o que você gasta em um ciclo de 30 dias deverá comprometer apenas 70% de seu salário.

Ao final do mês, você deverá ter 30% do seu dinheiro livre para investimentos. Para alcançar esse resultado você terá que fazer cortes drásticos de gastos, mas como no passo anterior você identificou várias despesas desnecessárias, começara cortando exatamente elas.

Nesse momento você deverá ser realista e equilibrado.

Tenha em mente que não é só porque você está economizando dinheiro que você tem que abrir mão de todas as suas atividades e do seu lazer. Caberá a você definir quais atividades e despesas são importantes e quais devem ser cortadas.

Existem diversas formas de elaborar um orçamento, algumas delas encontradas em livros tais como: Os segredos da mente milionária de T. Harv Eker, O homem mais rico da babilônica de George Clason.

  • Pague à vista:

Pense da seguinte maneira: se eu não posso pagar à vista, eu não vou comprar. Uma das maneiras mais clássicas de se afogar em dívidas é através dos juros abusivos dos cartões de créditos e cheque especial.

Para resolver esse problema, você acaba recorrendo a um empréstimo no banco. E lá vêm mais juros. Percebe a bola de neve em que você rapidamente conseguiu se enfiar?

É possível pagar as dívidas, mas tão importante quanto se livrar da quantidade de boletos e faturas em cima da sua mesa de jantar é ter certeza de que você não vai se enfiar novamente nessa situação.

Esse é um erro clássico: as pessoas até conseguem pagar e zerar tudo, limpar o nome, pagar o vizinho. Em seguida, vem uma sensação de liberdade e poder e uma vontade imensurável de fazer novas dívidas.

A verdade é que muita gente, inclusive você, é viciado em ser endividado. E isso é o maior atraso da sua vida.

Então…ao economizar para investir na Bolsa, eu devo abrir mão de tudo o que é diversão?

Calma. Não é assim. A educação financeira tem justamente o objetivo de te mostrar que é possível fazer tudo, desde que você não exagere. É o mesmo sistema de uma dieta de emagrecimento.

Quem busca perder peso descobre que é preciso se educar para conseguir se livrar das compulsões e criar uma relação mais saudável com a alimentação, comendo de tudo sem extrapolar.

Com o seu dinheiro acontece exatamente a mesma coisa. Você precisará de tempo para perceber que é possível ter gastos saudáveis sem se privar de diversões, e com uma quantidade sobrando para investimentos.

No final das contas, o conselho é muito simples: você não deve gastar além daquilo que recebe. Quando você tem uma menor demanda de trabalho, precisa cortar ainda mais os gastos. Quando você tem uma demanda maior de dinheiro, pode dar uma pequena (pequena!) afrouxada, e se permitir alguns gastos.

Não é fácil, mas também não é uma missão impossível.

  • Pesquise mais no supermercado:

Supermercado

Você vai descobrir que é possível economizar muito se decidir caminhar um pouco mais para fazer as compras do mês. Comece a pesquisar preços e escolher sempre a opção mais em conta.

  • Economizar e poupar:

Esse é um ponto de grande importância para iniciar suas economias. Quando você economiza, deixa de gastar com coisas desnecessárias e consegue um acúmulo maior de dinheiro “livre” no final do mês.

Mas, se você não POUPA esse dinheiro e o transforma em outros gastos, o resultado não vai ser nada bom. Então, tão importante quanto aprender a economizar é aprender a poupar, ou seja, não transformar esse dinheiro em novas dívidas.

  • Comece a pagar as contas em dia:

Aproveite os descontos oferecidos pelos credores. A maioria deles, numa estratégia muito eficaz de evitar a inadimplência, oferece descontos quando a conta é paga até a data de vencimento. Aproveite esses descontos para não ficar refém dos juros.

  • Negocie dívidas antigas:

Já com aquelas dívidas de anos, e que o montante é absurdo, você pode ligar diretamente para a empresa responsável (administradora de cartão de crédito, banco, agência de créditos) e tentar chegar a um valor livre dos juros. Muitas vezes saem negociações ótimas desses contatos. Mas apenas feche se realmente tiver como pagar. Assim você não perde oportunidade da negociação.

  • Adote um aplicativo de gestão financeira:

A tecnologia está aqui para te ajudar nessa missão. Você pode baixar um aplicativo para conseguir controlar os seus gastos. Esses aplicativos oferecem um controle de entrada e saída de dinheiro de sua conta e é ótimo para quem é viciado em cartão de débito.

E agora que você já se organizou financeiramente, é hora de partir para o próximo passo. Você deve aprender investir aquele dinheiro que “sobrou” no final do mês. Mas rola aquele medo, não é? Isso é muito natural, a gente nunca vai se sentir seguro andando por caminhos desconhecidos.

Por que as pessoas têm medo de investir na Bolsa de Valores?

Você já parou para se perguntar sobre isso? Se a Bolsa de Valores é um investimento tão bom e que movimenta tanto dinheiro, por que as pessoas ainda têm medo desse tipo de investimento?

É simples: falta de conhecimento. A maioria dos brasileiros encara a Bolsa de Valores como se fosse um negócio inalcançável, longe de qualquer possibilidade. Parece até que ela é reservada apenas aos grandes empresários e CEOs do mundo. Mas não é verdade.

Qualquer pessoa pode iniciar um investimento e obter lucros com a Bolsa de Valores, só que isso demanda organização. E aí chegamos ao segundo motivo que faz com que as pessoas não invistam: preguiça.

Ninguém quer mudar os hábitos e começar a se policiar, mesmo que isso vá trazer algum retorno no futuro. As pessoas morrem de preguiça de mudanças.

E quando esses dois componentes, “medo e preguiça”, estão juntos, fica difícil fazer as coisas funcionarem mesmo. Então, para começar uma mudança definitiva em sua vida, além de economizar dinheiro para investir na Bolsa, você precisa afastar o medo e a preguiça.

E quando falo de investimentos, não entenda apenas por como colocar seu dinheiro para render em ações na Bolsa de Valores, na poupança ou em títulos públicos, mas também em como investir em você, no seu conhecimento!

A falta de conhecimento sobre um assunto causa insegurança em lidar com ele. E isso é o que acontece regularmente quando tratamos de economia e investimentos, sendo ainda mais específico, quando o tema é bolsa de valores.

 GRATUITO - Conheça as Corretoras de Valores ideais para Você Investir em Ações e Tesouro Direto

Você receberá um e-mail com os dados de acesso. 

Mas afinal, como funciona a Bolsa de Valores?

 Chegamos até aqui, você está empolgado e cogitando a ideia de economizar dinheiro para investir na Bolsa. Mas a verdade é que você não faz a menor de ideia de como funciona o mercado de ações.

Calma. Nós vamos te ajudar nisso também.

Imagine que a bolsa de valores é uma grande feira com diversos feirantes negociando os mais variados produtos, fazendo a ponte entre vários clientes. Essa grande feira garantirá que os produtos estejam guardados num lugar 100% seguro.

Os clientes vão até os feirantes negociar o quanto estão dispostos a pagar/receber por determinado produto. Dessa forma, caberá ao feirante realizar a transação entre o cliente que quer comprar e o que quer vender.

A Bolsa de Valores é um mercado, onde as pessoas e empresas (clientes) negociam através das corretoras (feirantes), compras e vendas de seus títulos e ações (produtos) de forma segura e organizada, garantindo que você receberá o dinheiro pelas ações que vendeu e que o investidor receberá as ações que comprou.

Quando uma empresa deseja ou precisa arrecadar dinheiro, ela opta por abrir o seu capital e colocar algumas ações à venda na Bolsa Valores. Os investidores, por sua vez, podem comprar essas ações e se tornam donos de uma pequena porcentagem daquele negócio.

Conforme o mercado financeiro gira, essas ações podem ser valorizadas ou desvalorizadas e o investidor primário terá a opção de colocá-la novamente à venda. Quando outro acionista se interessar por esse título, será fechado um acordo de venda.

O que são ações?

As ações, ou simplesmente “papéis“, são as parcelas que compõem o capital social de uma empresa e representam a menor fração do capital social (o patrimônio) de uma empresa, ou seja, é o resultado da divisão do capital social em partes iguais.

Quando as ações são emitidas por companhias abertas,  se os donos assim desejarem, são negociadas em Bolsa de Valores.

Acontece que investir na Bolsa de Valores não é questão de sorte. Você não vai ficar a mercê do cosmos para perder ou ganhar dinheiro. Com um pouco de pesquisa e um curso adequado, você entenderá como o mercado funciona e conseguirá fazer investimentos certeiros.

O passo a passo para começar a investir na Bolsa de Valores é o seguinte:

Primeiro você se cadastrará em uma corretora de sua escolha e transferirá o seu dinheiro para a sua conta na corretora.

A partir daí você terá acesso ao Home Broker, uma ferramenta de compra e venda de ações através da internet, escolherá as ações que deseja investir e poderá começar as transações.

Descubra aqui se é seguro investir na Bolsa de Valores

Você entendeu, de forma resumida, como a Bolsa de Valores funciona e como economizar dinheiro para investir na Bolsa. Mas talvez ainda tenha uma pergunta crucial circulando em sua cabeça: é seguro Investir na Bolsa?

A resposta é: Sim. Como qualquer outro investimento financeiro, a Bolsa exige planejamento e entendimento. Quando você perceber que não se trata de um assunto assim tão complexo, terá segurança para investir.

Esse mercado é regulado pela CVM, um ente público que tem poderes para disciplinar, normalizar e fiscalizar a atuação dos diversos integrantes do mercado.

Você conseguirá entender mais um pouco sobre Bolsa de Valores pesquisando e fazendo cursos, como o nosso Curso Gratuito Para Iniciantes na Bolsa.

Então, o primeiro passo a tomar é acreditar que você é capaz de compreender o funcionamento da Bolsa e seus trâmites, e que tudo isso também pode se tornar corriqueiro em sua vida conforme você vá se familiarizando com as transações.

Após isso, comece a organizar as suas finanças, seguindo nossas dicas, e vislumbre o seu futuro como investidor. Arrume seu orçamento, separe um dinheiro para investimento e comece a lucrar com a Bolsa de Valores.

Oriente-se, aprenda, economize e invista. Agora que você já sabe como economizar dinheiro para investir na Bolsa, já pode começar a entender mais sobre o mercado. Coloque em prática o que lhe ensinamos aqui e você verá o resultado no final do mês.

Curso Gratuito - Como Iniciar na Bolsa de Valores

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber gratuitamente as vídeo-aulas do curso!>